Mercados asiáticos se recuperam com petróleo abaixo dos US$134

As principais bolsas asiáticastiveram uma segunda-feira de alta à medida em que o dólar serecuperava e o petróleo operava abaixo dos 134 dólares porbarril, impulsionando a confiança nas empresas exportadoras daregião. O preço da commodity caiu 1 dólar para 133,86 dólares obarril depois que o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon,afirmou que a Arábia Saudita, maior exportadora mundial depetróleo, disse à ele que irá elevar a produção no ritmo maisacelerado em décadas. A queda no preço da commodity ajudava a perspectiva dealgumas empresas exportadoras asiáticas, como a Canon e aSamsung Electronics . "O iene mais fraco disparou a esperança de que hajarevisões para cima dos balanços de algumas exportadoras",afirmou Takahiko Murai, gerente-geral de ações na NozomiSecurities, em Tóquio. "Mas temos que nos preparar para um eventual desaquecimentono Japão, onde o mercado de ações e a economia dependem dademanda de outros países, considerando as recentes quedas nasações asiáticas e crescentes temores de inflação nos paísesemergentes". O índice Nikkei da bolsa de Tóquio fechou com forte alta de2,72 por cento, para 14.354 pontos, com o iene perto do menornível em quatro meses contra o dólar. Na Coréia do Sul, o índice da bolsa local encerrou comvalorização de 0,77 por cento, a 1.760 pontos. O índice MSCI das ações asiáticas subiu 1,8 por cento, a126 pontos, o maior ganho em dois meses. O índice MSCI da ÁsiaPacífico, que exclui o mercado do Japão, avançou 1,08 porcento, a 449 pontos. (Reportagem adicional de Aiko Hayashi)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.