Mercados asiáticos seguem Nova York

As bolsas do sudeste asiático refletiram a acentuada queda dos mercados norte-americanos (Dow Jones: -2,51; Nasdaq: -2,62%). Na Coréia do Sul o índice Kospi caiu 3,18% com as fortes vendas realizadas pelos investidores internacionais. Em Tóquio, o Nikkei 225 teve retração de 1,06%, aos 9.919,48 pontos, o pior resultado desde 10 de outubro, também em razão das incertezas sobre a questão dos créditos podres. A baixa em Taiwan foi mais moderada (-0,57%), recuperando boa parte das perdas registradas na primeira metade do pregão, em razão da expectativa de melhora da economia este ano. O mercado filipino mais uma vez foi na contramão e fechou em alta. A bolsa de Manila encerrou os negócios em +0,21% com a procura de barganhas nos últimos minutos do pregão. No intervalo dos negócios, as demais bolsas do sudeste asiático registravam: Hong Kong: -2,38%; Indonésia: -0,92%; Malásia: +0,11%; Tailândia: -0,06% e Cingapura: -1,33%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.