Mercados asiáticos sobem por alta nos EUA e queda do iene

As bolsas de valores da Ásia encerraram a quinta-feira, 15, em alta de mais de 1%, após uma onda global de vendas na véspera. Uma recuperação em Wall Street e recuo do iene encorajaram investidores a procurar barganhas entre ações de companhias exportadoras e de outras empresas que sofreram baixas nos últimos dias.Mas a cautela prevaleceu, enquanto os participantes do mercado tentam avaliar os riscos de uma crise no setor hipotecário dos Estados Unidos se espalhar pela economia, atingindo as importações de produtos asiáticos."O Nikkei recuperou apenas metade das perdas que sofreu (na quinta-feira)", disse Yasuo Yabe, diretor de vendas da Meiwa Securities, em Tóquio. "Investidores estão ponderando se os problemas nos empréstimos imobiliários de risco mais alto (subprime) terão um impacto maior ou não."Seguindo o avanço dos mercados nos EUA e Ásia, as bolsas da Europa exibiam valorização de 1,5%.O dólar operava a cerca de 117,38 ienes, enquanto investidores cautelosamente retornam às operações chamadas de "carry trade" (tomar empréstimos em moedas mais fracas, como o iene, para comprar ativos mais rentáveis). O euro avançava para 155,06 ienes.O ouro subiu, acompanhando preços do petróleo mais firmes nos EUA, que foram impulsionados por recuo de estoques de gasolina no país.Os rendimentos do bônus do governo japonês subiam em relação às mínimas de dois meses e meio, seguindo ganhos nos Treasuries, depois que um mercado mais firme de ações reverteu a fuga de quarta-feira de ativos mais arriscados para títulos de dívidas governamentais, considerados mais seguros.Bolsas asiáticasA bolsa de Tóquio avançou 1,1%, para 16.860 pontos, depois de cair quase 3% na véspera. O índice que reúne as bolsas asiáticas, excluindo a do Japão, avançou 1,51%.Na Austrália, o índice S&P ASX 200 subiu 1,93%, impulsionado por ganho de 2,3% nas ações da mineradora BHP Billiton. Em Hong Kong, o indicador Hang Seng registrou alta de 0,7%, para 18.969 pontos.A bolsa de valores da Coréia do Sul se valorizou em 1,39%, para 1.426 pontos, enquanto a de Taiwan avançou 1,66%, para 7.695 pontos. Em Cingapura, houve alta de 1,36%, a 3.094 pontos."Até termos uma solução para as questões que estamos vendo no mercado subprime dos EUA, e vermos qual o impacto que terá na economia global, deveremos ver muita volatilidade", disse Simon Doyle, diretor de estratégia da Schroder Investment Management, na Austrália.As ações da Toyota subiram 1,59%, as da Sony avançaram 1,71% e a Canon registrou alta de 1,14%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.