Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Mercados asiáticos têm melhor ganho semanal em dois meses

As bolsas de valores da Ásia encerraram a semana com maior ganho semanal em dois meses, em meio a queda nas preocupações sobre inflação que acabou encorajando os investidores a buscarem ações abatidas na região.

SAIKAT CHATTERJEE, REUTERS

18 de fevereiro de 2011 | 07h43

As bolsas de valores da Indonésia e da Índia, que despencaram no mês passado, viram caça por pechinchas esta semana, enquanto no Japão e na Austrália sucumbiram a realização de lucro após sólidos ganhos.

A bolsa de Seul se recuperou depois de cair quase 2 por cento nas últimas três sessões. A alta veio com um rali em papeis de estaleiros, incluindo os da Daewoo Shipbuilding.

O índice MSCI que reúne bolsas da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 0,94 por cento às 7h18 (horário de Brasília), a 474,49 pontos. Com isso, o ganho acumulado na semana foi de quase 3 por cento, a melhor performance desde dezembro.

As ações na região caíram para o menor nível em dois meses na sexta-feira passada.

O Japão tem apresentado a melhor performance na Ásia este ano, acumulando ganhos de cerca de 6 por cento e se posicionando para movimento de realização de lucros.

"É um respiro depois que o mercado avançou tanto, recentemente", disse Takashi Hiroki, estrategista chefe da Monex Inc.

"O momento para essa pausa é perfeito, porque os investidores querem reajustar suas posições de acordo com o que acontece no Oriente Médio, com a cúpula do G20", acrescentou.

No cenário dos mercados emergentes, com metade do primeiro trimestre tendo passado, Índia, Filipinas e África do Sul lideram as perdas, segundo dados da Thomson Reuters.

A bolsa de Tóquio encerrou com oscilação positiva de 0,06 por cento, a 10.842 pontos. Seul teve valorização de 1,82 por cento e Xangai caiu 0,93 por cento. A bolsa de Hong Kong subiu 1,26 por cento, Taiwan avançou 1,84 por cento e Cingapura teve valorização de 0,13 por cento. Sydney fechou estável, com oscilação negativa de 0,03 por cento.

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.