coluna

Louise Barsi: O Jeito Waze de investir - está na hora de recalcular a sua rota

Mercados atentos ao cenário externo e política

O escândalo da WordCom, empresa norte-americana que manipulou dados contábeis com o objetivo de inflar os lucros obtidos, reacendeu a desconfiança dos investidores em relação às condições financeiras das empresas nos Estados Unidos. Essa desconfiança já era um forte sentimento entre os investidores, desde o caso da também norte-americana Enron. O fato é que essa desconfiança voltou com força ontem e deve permanecer entre os investidores por mais tempo.Essa crise na credibilidade em relação aos balanços de empresas nos Estados Unidos aumenta a aversão ao risco por parte de investidores estrangeiros. O Brasil, como país emergente, já foi castigado duramente ontem, com desvalorização expressiva dos títulos da dívida do País e alta da taxa de risco-país. Nessa quinta-feira, o movimento mais pessimista poderá permanecer, a que, no curto prazo, segundo analistas, não há fato novo positivo que possa alterar esse sentimento.No Brasil, além da atenção com o cenário externo, os investidores permanecem na expectativa em relação à divulgação de novas pesquisas eleitorais. No cenário econômico, a quinta-feira é marcada pela divulgação da terceira prévia do Índice de Preços ao Consumidor (IPC), referente a junho. O número é apurado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e a expectativa é de um número em torno de 0,33%.Não deixe de ver nos links abaixo o resumo dessa semana nos mercados, as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.