Mercados: Bolsa fecha em queda e dólar sobe

Os mercados permaneceram hoje em compasso de espera atentos às decisões sobre os juros no Brasil e nos Estados Unidos. O Comitê de Política Monetária (Copom) iniciou hoje sua reunião para reavaliar a Selic, a taxa básica de juros da economia, que está atualmente em 18,75% ao ano. A decisão deve sair amanhã, após o fechamento dos mercados. Os analistas apostam em uma redução dos juros e as opiniões se dividem entre 0,25 e 0,50 ponto porcentual.Nos Estados Unidos, o Banco Central (Fed) não surpreendeu os analistas e manteve a taxa de juros inalterada em 1,75% ao ano. Também decidiu pela colocação de um viés neutro na taxa, o que sinaliza para os investidores uma confiança do Fed na recuperação da economia norte-americana. O próprio comunicado do Banco Central dos Estados Unidos, divulgado no final da reunião, confirma esta percepção, mas destaca que "o grau de fortalecimento da demanda dos consumidores nos próximos trimestres, um elemento essencial numa expansão econômica sustentada, ainda é incerto".Outro fator que atraiu a atenção dos investidores nesta terça-feira é a votação em segundo turno da emenda que prorroga a cobrança da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) até dezembro de 2004. A sessão já foi iniciada, mas ainda não há quórum suficiente para a votação, segundo apurou o repórter James Allen.Veja o fechamento dos mercadosO dólar comercial encerrou o dia cotado a R$ 2,3430 na ponta de venda dos negócios, com alta de 0,04% em relação aos últimos negócios de ontem. No mercado de juros, as taxas apresentaram uma ligeira alta. Os contratos de DI futuro com vencimento em outubro, negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), pagavam juros de 17,810% ao ano, frente a 17,850% ao ano registrados ontem. Já a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) encerrou o dia em queda de 0,89%. O volume negociado ficou um pouco acima de R$ 534 milhões. Entre as ações do Ibovespa - índice que mede a valorização das ações mais negociadas na Bovespa -, as maiores baixas foram as preferenciais (PN, sem direito a voto) da Globo Cabo (-8,62%), Copene PNA (-3,05%), CRT Celular PNA (-2,83%) e as ordinárias (ON, com direito a voto) da Embratel Participações (-2,75%).Em Nova York, o Dow Jones - Índice que mede a variação das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - fechou em alta de 0,54%, e a Nasdaq - bolsa que negocia ações de empresas de alta tecnologia e informática em Nova York - registrou alta de 0,20%.O índice Merval da Bolsa de Valores de Buenos Aires fechou o dia em alta de 2,92%. Segundo apurou a correspondente Marina Guimarães, o dólar fechou hoje em 2,47 pesos para venda e 2,37 pesos na compra. O fechamento de hoje representa uma alta de 1,2% em relação aos últimos negócios de ontem. Não deixe de ver no link abaixo as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.