Mercados cautelosos mantêm o equilíbrio

Sem abandonar o clima de cautela, os mercados tiveram uma manhã menos pessimista. O dólar comercial permaneceu em patamares mais baixos. Às 15h04, a moeda norte-americana era vendida a R$ 2,3620, em baixa de 1,42% em relação aos últimos negócios de ontem. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) está em alta de 0,95%. No mercado de juros, os contratos que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano pagam juros de 19,49% ao ano, frente a 19,51% ao ano ontem.As bolsas americanas estão em alta. O Dow Jones - Índice que mede a variação das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - opera com alta de 0,70%, e a Nasdaq - bolsa que negocia ações de empresas de alta tecnologia e informática em Nova York - negocia com alta de 0,45%. Na Argentina, a bolsa permanece fechada.No cenário interno, os analistas aguardam os próximos índices de inflação e da balança comercial. O superávit da segunda semana, de US$ 250 milhões, não convenceu, dado que o resultado foi influenciado pela devolução de quatro aviões pela Varig ao exterior, no valor de US$ 326 milhões. No quadro externo ainda existem muitas incertezas, o que impede uma recuperação mais firma dos mercados. O presidente argentino Eduardo Duhalde prometeu, em entrevista hoje, que o governo anunciará as linhas gerais de um novo plano econômico nos próximos dias. Este plano deve servir de base para o país pedir um novo empréstimo ao Fundo Monetário Internacional (FMI). O presidente disse que defende o modelo econômico chileno, mas limitou-se a elogiar a política dos vizinhos para o comércio exterior. Para o mercado seria uma boa notícia se Duhalde também decidisse copiar o modelo chileno de câmbio flutuante associado à austeridade fiscal. Porém, o presidente nada adiantou sobre estes temas macroeconômicos. Veja mais informações sobre a Argentina nos links abaixo.Não deixe de ver no link abaixo as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.