finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Mercados: cenário externo influencia negócios

O mercado financeiro no Brasil opera atento às perspectivas para a economia dos Estados Unidos e ao desempenho das bolsas de Nova York. Os analistas preocupam-se com o ritmo da desaceleração da economia norte-americana e com a possibilidade de uma recessão no país, caso o desaquecimento seja forte demais, o que prejudicaria também economias de outros países (veja mais informações no link abaixo).No mercado de ações, nos Estados Unidos, a Nasdaq - bolsa que negocia papéis do setor de tecnologia e Internet - tenta recuperar-se depois de ter caído mais de 7% ontem. Há pouco estava em leve baixa de 0,15%. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) registra valorização de 0,93%. No mercado de câmbio, o dólar está cotado a R$ 1,9440 na ponta de venda dos negócios - alta de 0,05% em relação às últimas operações de ontem. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - pagam juros de 16,740% ao ano, frente a 16,720% ao ano registrados ontem. No mercado interno, os investidores continuam otimistas em relação aos fundamentos da economia brasileira. Esse cenário é reforçado pela abertura da operação de emissão de novos bônus globais. O lançamento, anunciado ontem pelo Banco Central (BC), em volume próximo a US$ 1 bilhão, com prazo de vencimento em cinco anos, começou hoje e deve ser concluído amanhã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.