Mercados: cenário internacional é preocupante

O cenário internacional continua influenciando o mercado financeiro no Brasil. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) também é influenciada pelo desempenho negativo das bolsas de Nova York. A Nasdaq - bolsa dos EUA que negocia papéis do setor tecnologia e Internet - opera em baixa de 5,01% e o índice Dow Jones - que mede a valorização das ações mais negociadas em Nova York - acumula queda de 1,81%. Há pouco, a Bovespa estava em baixa de 1,23%.O dólar comercial continua com tendência de alta. No início da tarde, a moeda norte-americana estava cotada a R$ 2,0560 na ponta de venda dos negócios - alta de 0,15% em relação aos últimos negócios de ontem. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - pagam juros de 16,480% ao ano, frente a 16,370% ao ano ontem. Os investidores continuam atentos à situação da Argentina. O presidente Fernando de la Rua enfrenta forte resistência da oposição e de partidos ligados ao governo para aprovar as reformas necessárias para reativar a economia - ajuste fiscal e reforma da previdência. O mercado avalia que, do ponto de vista técnico, as medidas que estão para ser anunciadas são corretas, mas o problema é conseguir a sua aprovação no Congresso. No cenário interno, a maior apreensão dos investidores é que a imprensa traga novas denúncias, no final de semana, envolvendo políticos ligados ao governo federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.