Mercados confirmam descolamento da Argentina

O caos vigente na Argentina chegou a preocupar os investidores ainda ontem quanto à possibilidade de contágio dos mercados brasileiros, mas os negócios hoje mostraram que isso é muito improvável. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) recuperou-se das quedas dos últimos dias, os juros mantiveram-se estáveis e o dólar apresentou altas nos últimos dias, mas ainda está em um patamar surpreendentemente baixo, independentemente dos últimos passos da crise argentina, abaixo de R$ 2,35. Porém, é bom lembrar que ainda faltam as medidas econômicas e o estabelecimento do novo governo. Será escolhido um presidente interino para os próximos dois ou três meses, até que sejam realizadas novas eleições. A partir daí, o ambiente deve ser de maior normalidade. Mas o pacote econômico não pode esperar tanto, já que o país está falido. A divulgação das medidas ocorrerá até o dia 26, e há uma convergência de opiniões acerca da inevitabilidade da moratória da dívida e da desvalorização cambial. A adoção do câmbio flutuante tem a preferência dos organismos internacionais, do governo dos Estados Unidos e, especialmente dos parceiros do Mercosul, que já falam até em moeda comum no futuro. Embora o desfecho da crise esteja sendo catastrófico e ainda inspire muita cautela, não há muito mais que possa sair errado. Desde que o novo governo adote o câmbio flutuante e decrete a moratória, as previsões mais pessimistas já se concretizaram. A expectativa é que a situação comece a melhorar, ainda que 2002 siga sendo um ano de muitas dificuldades para a Argentina. Fechamento dos mercados O dólar comercial para venda fechou em R$ 2,3410, com alta de 0,30%. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - fecharam o dia pagando juros de 20,100% ao ano, frente a 20,140% ao ano ontem. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em alta de 3,48%. A Bolsa de Valores de Buenos Aires não funcionou hoje. O Dow Jones - Índice que mede a variação das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - fechou em alta de 0,50%, e a Nasdaq - bolsa que negocia ações de empresas de alta tecnologia e informática em Nova York - fechou em alta de 1,42%. Não deixe de ver no link abaixo as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

Agencia Estado,

21 Dezembro 2001 | 18h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.