finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Mercados da Ásia ampliam alta com queda de temor por crédito

As bolsas de valores da Ásiaampliaram ganhos nesta terça-feira depois que preocupaçõesrelacionadas a crédito diminuíram e um iene mais fraco motivoualta nas ações de companhias exportadoras. Uma decisão da Chinade permitir residentes investir diretamente em Hong Kongimpulsionou o mercado. A confiança dos investidores está lentamente se recuperandodepois que o Federal Reserve acalmou os mercados cortando taxade redesconto, juro usado nos empréstimos do banco central aosbancos comerciais, na sexta-feira. "Apesar de termos visto fortes ganhos ontem, ainda hápreocupações sobre o impacto da questão do crédito imobiliáriode risco à economia norte-americana. Ainda vemos volatilidadealta", disse Kim Joong-hyun, analista do Goodmorning ShinhanSecurities, na Coréia do Sul. O indicador MSCI que reúne os principais mercados da regiãoda Ásia-Pacífico, excluindo o Japão, subia 0,24 por cento,ampliando ganhos de 6 por cento da véspera, os maiores desde desetembro de 1998. A bolsa de TÓQUIO encerrou em alta de 1,07 por cento,adicionando ganhos à valorização de 3 por cento da véspera.Investidores compraram ações da Sony e da Canon após o recuo dovalor do iene. O mercado em HONG KONG avançou 0,62 por cento, para 21.729pontos, enquanto que em SEUL, a bolsa subiu 0,28 por cento, a1.736 pontos. TAIWAN recuou 0,43 por cento. A bolsa de CINGAPURA registrou queda de 2,82 por cento, a3.228 pontos, SYDNEY se valorizou em 0,96 por cento e XANGAIavançou 1,03 por cento. O mercado das FILIPINAS foi destaque,disparando quase 10 por cento, após feriado da segunda-feiraque deixou a bolsa do país fechada,enquanto mercados regionaisregistraram fortes ganhos. REUTERS AAJ VS

IAN CHUA, REUTERS

21 de agosto de 2007 | 08h16

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAFECHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.