Mercados da Ásia fecham em alta seguindo movimento nos EUA

A maior parte das bolsas de valoresda Ásia encerrou em alta na terça-feira com redução de temoressobre crédito e foco em ganhos em Wall Street. O índice Nikkei da bolsa de Tóquio, porém, foi nacontramão, fechando em queda de 0,23 por cento, a 17.248pontos. O mercado foi influenciado por resultados trimestraisfracos de empresas e incerteza política depois de uma derrotado governo em eleição realizada no final de semana. "Investidores estão encontrando dificuldade em semovimentar por causa dos balanços trimestrais. Mais de 200companhias devem divulgar resultados nesta terça-feira", disseTsuyoshi Segawa, estrategistas da Shinko Securities. As ações da Kyocera despencaram mais de seis por centodepois que o lucro ficou abaixo do previsto. O indicador MSCI, que reúne os principais mercados da Ásiacom exceção do Japão operava em alta de 1,91 por cento, a 561pontos, impulsionado por recuperação de ações nos EstadosUnidos na segunda-feira depois que a agência Standard & Poor''smelhorou a classificação da dívida do Morgan Stanley . Os mercados asiáticos também foram impulsionados por fortesresultados trimestrais. A bolsa de HONG KONG subiu 1,96 porcento, 23.184 pontos depois que os resultados do banco HSBCmostraram que suas provisões para créditos duvidosos não foramtão grandes quanto o esperado. Na Coréia do Sul, a bolsa de SEUL registrou valorização de1,39 por cento, a 1.933 pontos. Em XANGAI o mercado subiu 0,68por cento, para 4.471 pontos. A bolsa de TAIWAN teve alta de2,37 por cento e em CINGAPURA o índice Straits Time avançou0,61 por cento, para 3.457 pontos. A bolsa de SYDNEY subiu 0,58por cento, incentivada por valorização das ações da mineradoraBHP Billiton . Investidores estão deixando operações "carry trade", nasquais se empresta a moedas fracas como o iene para se comprarativos mais valorizados. "A retomada das ações nos EUA na segunda-feira não foiforte e se o Dow não conseguir subir hoje ou eliminar todos osganhos de segunda-feira, então o dólar pode cair para 118 ienese o euro para 161 ienes", disse um operador de um bancojaponês. REUTERS AAJ VS

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.