Mercados da Ásia interrompem baixa com resultados positivos

As bolsas de valores da Ásiaencerraram a segunda-feira em alta, compensando perdas iniciaisda sessão com o otimismo gerado por fortes resultadostrimestrais de uma série de empresas. Os mercados asiáticos chegaram a abrir em queda acentuada eo iene operou em alta depois que o índice S&P 500 sofreu a piorsemana em quase cinco anos, com preocupações de que créditomais restrito poderia causar uma redução na atividade deaquisições. Mas com a temporada de resultados a pleno vapor, houve umasérie de balanços positivos para apoiar os mercados, incluindodas companhias Fujifilm Holdings e Fanuc . As ações em TÓQUIO foram pressionadas pela eleição para oSenado do Japão, realizada no domingo e que foi marcada peladerrota arrasadora do governo do premiê Shinzo Abe. A bolsa dopaís fechou praticamente estável, com valorização ligeira de0,03 por cento, a 17.289 pontos. O indicador MSCI que reúne os principais mercados asiáticoscom exceção do Japão exibia valorização de 0,41 por cento, a550 pontos. Apesar do resultado da eleição, o iene subiu para o maiornível em três meses contra o euro, pressionando exportadorescomo Canon, antes de devolver ganhos com uma recuperação dasações. "Abe disse que não vai renunciar, então o impacto sobre apolítica monetária é limitado", disse Masafumi Yamamoto,economista do Nikko Citigroup. "O iene ainda está muitosensível ao risco e os mercados de ações serão importantes estasemana." Em HONG KONG, o mercado subiu 0,75 por cento, a 22.739pontos. Na AUSTRÁLIA, a bolsa fechou em alta de 0,43 por cento,para 6.108 pontos. Na CORÉIA DO SUL, houve valorização de 1,25por cento, a 1.906 pontos, movimento impulsionado por ações dosetor de tecnologia. A bolsa de XANGAI encerrou o dia em alta de 2,2 por cento,a 4.440 pontos, antes do governo anunciar medidas para aumentaro compulsório dos bancos em 0,5 ponto percentual.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.