Mercados: dia de poucos negócios

No penúltimo dia do ano para o mercado financeiro, a expectativa dos analistas é de negócios ainda mais reduzidos. Os investidores tendem a efetuar apenas as operações estritamente necessárias, já que ninguém quer assumir novas posições, que poderiam oferecer um risco maior. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera em alta de 0,54%. O dólar comercial está cotado a R$ 1,9600 na ponta de venda dos negócios - queda de 0,15% em relação aos últimos negócios de ontem. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - pagam juros de 16,860% ao ano, frente a 16,900% ao ano registrados ontem.As expectativas dos analistas já apontam para o próximo ano. A principal delas é o início de um processo de corte de juros nos Estados Unidos, que poderá ter início na reunião do banco central norte-americano (FED) em 30 e 31 de janeiro. Além disso, cogita-se no mercado financeiro a melhora no rating soberano brasileiro.

Agencia Estado,

27 de dezembro de 2000 | 10h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.