Mercados: dias decisivos para a Argentina

A perspectiva de que os problemas econômicos argentinos podem ter uma solução diferente do temido calote deixam os investidores mais confiantes. O mercado financeiro ainda aguarda mais detalhes sobre o acordo que deve ser firmado entre o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o governo argentino, no sentido de regularizar o cumprimento das metas fiscais argentinas.O diretor-gerente do FMI, Horst Kohler, informou que vai se encontrar amanhã com o ministro argentino da Economia, Domingo Cavallo, para discutir novas medidas fiscais. As declarações de Kohler confirmam informação publicada pelo site do jornal argentino Ambito Financiero ontem à noite, de que a Argentina fechará um acordo com o Fundo neste final de semana (veja mais informações no link abaixo). Se o pacote for consistente e tiver implementação rápida e hábil, com apoio financeiro internacional, o temido colapso econômico pode não acontecer. A sensação é que o ministro da Economia, Domingo Cavallo, cedeu e está fazendo a coisa certa, ao invés de anunciar medidas inócuas, como a inclusão do euro no mecanismo de conversibilidade, ou alardear que vai tudo bem.O dólar está cotado a R$ 2,2220 na ponta de venda dos negócios - queda de 0,98% em relação aos últimos negócios de ontem. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - pagam juros de 20,880% ao ano, frente a 21,450% ao ano ontem. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) está em alta de 1,98%.Recuperação nos EUA e cenário interno são favoráveis Se as crises política e argentina tiverem um final tranqüilo, os mercados podem entrar em recuperação, estimulados pelas altas acumuladas nas bolsas norte-americanas e do próprio cenário externo. Mesmo com resultados piores do que o esperado por causa da instabilidade crescente dos últimos meses, o cenário interno é bastante favorável.A economia global está demorando mais do que o previsto para se recuperar e a alta do dólar prejudicou o desempenho econômico brasileiro, mas ainda se prevê crescimento e cumprimento das metas, o que pode voltar a prevalecer e estimular o investidor. Não deixe de ver no link abaixo as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.