Mercados diminuem euforia

O mercado financeiro corrigiu parte do otimismo que vinha registrando nos últimos dias. O principal motivo foram as declarações do presidente do Banco Central (BC), Armínio Fraga, e do diretor de Política Monetária, Luiz Fernando Figueiredo, reafirmando o compromisso da política monetária do governo com o cumprimento das metas de inflação. Em 2002, a meta é de 3,5%, com possibilidade de alta ou baixa de dois pontos porcentuais.O otimismo dos investidores vinha provocando uma queda das taxas de juros no mercado interbancário, antecipando a possibilidade de que o Comitê de Política Monetária (Copom) reduzisse a Selic, a taxa básica de juros da economia, na próxima reunião, em dezembro, ou no máximo nos primeiros meses de 2002. Com o recuo destas taxas, o BC começou a perceber que o cumprimento da meta no próximo ano poderia ficar comprometido. Diante deste risco, o aviso das autoridades do BC foi de que ele usará de todos os meios para garantir seu principal objetivo, a meta de inflação. Os investidores entenderam o recado e passaram a operar com um otimismo menor.No mercado de juros, no início da tarde, os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - pagam juros de 20,400% ao ano, frente a 20,200% ao ano ontem. O dólar comercial para venda está cotado a R$ 2,4680 na ponta de venda dos negócios, com queda de 0,48%. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera com queda de 0,89%. Nos Estados Unidos, permanecem as incertezas quanto ao ritmo da atividade econômica e a sua recuperação após os atentados terroristas de 11 de setembro. Nesta manhã, o mercado financeiro recebeu muito mal a queda no índice de confiança dos consumidores norte-americanos em novembro. De 85,3 registrado em outubro, o índice caiu para 82,2 neste mês. As bolsas norte-americanas operam em baixa. O Dow Jones - Índice que mede a variação das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - opera com queda de 1,21%, e a Nasdaq - bolsa que negocia ações de empresas de alta tecnologia e informática em Nova York - registra queda de 1,31%. Na Argentina, o índice Merval da Bolsa de Valores de Buenos Aires opera com queda de 1,22%.Não deixe de ver no link abaixo as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.