Mercados encerram os negócios com estabilidade

Os mercados seguem estáveis, mas hoje permaneceram colados ao desempenho das bolsas em Nova York. Algumas notícias dos Estados Unidos foram positivas, mas os investidores permanecem nervosos com os resultados de empresas, suspeitas de fraudes e pedidos de concordata.O Fed - banco central dos EUA - anunciou hoje a manutenção do juro básico em 1,75% ao ano, conforme esperado pelo mercado. O governo norte-americano também divulgou a primeira de três prévias do crescimento do PIB do país no último trimestre de 2001. O resultado, um aumento de 0,2%, surpreendeu os investidores, que esperavam queda de 1% e é mais um sinal de que os Estados Unidos podem estar saindo da recessão muito mais cedo do que se esperava. Mas o presidente do Fed, Alan Greenspan, alerta para conclusões precipitadas, já que a retomada, se estiver acontecendo, ainda é muito frágil e pode ser revertida.Porém, ainda há muito nervosismo com os resultados das empresas no quarto trimestre de 2001 que vêm sendo divulgados nos últimos dias. Além disso, os investidores ainda não se recuperaram do susto com o escândalo da Enron e estão muito sensíveis a denúncias de manipulação contábil. Concordatas de grandes empresas nas últimas semanas também assustam. Todos esses fatores renderam baixas nas bolsas do mundo inteiro e oscilações grandes em Nova York.Embora permanecessem colados ao desempenho das bolsas norte-americanas, os mercados brasileiros seguem relativamente estáveis, e até o dólar interrompeu uma longa seqüência de pequenas altas, firmando-se no patamar de R$ 2,4320. Os investidores observam o câmbio para verificar se a estabilidade agora se mantém em torno desse nível.Fechamento dos mercadosO dólar comercial para venda fechou em R$ 2,4320, com queda de 0,25%. Os contratos de swap (troca) de títulos prefixados por pós-fixados com período de um ano fecharam o dia pagando juros de 20,40% ao ano, frente a 20,28% ao ano ontem. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em alta de 0,25%.O índice Merval da Bolsa de Valores de Buenos Aires fechou em alta de 6,49%. Nos Estados Unidos, o Dow Jones - Índice que mede a variação das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - fechou em alta de 1,50%, e a Nasdaq - bolsa que negocia ações de empresas de alta tecnologia e informática em Nova York - fechou em alta de 1,08%. Não deixe de ver no link abaixo as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.