Mercados esperam fim do feriado argentino

O mercado financeiro continua na expectativa pela abertura do mercado cambial na Argentina. O feriado, que começou no início desta semana, foi prorrogado até a próxima segunda-feira. Já o feriado bancário continua parcial. Ou seja, os bancos reabrem suas portas somente para o pagamento de aposentadorias e pensões, saques obedecendo os limites, pagamentos de serviços públicos, depósitos e transferências.A justificativa para a manutenção do feriado é de que o Banco Central argentino não teve tempo hábil para redigir as normas e suas regulamentações pertinentes à flexibilização dos saques bancários, à pesificação e à instituição do novo tipo de câmbio no país. Além disso, o BC justifica que os bancos necessitam também de tempo para adaptação às normas (veja mais informações no link abaixo).No Brasil, os mercados permanecem estáveis no início do dia. Às 11h20, o dólar comercial está cotado a R$ 2,4170 na ponta de venda dos negócios, com queda de 0,25%. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) registra alta de 0,42%. As taxas de juros apresentam leve queda. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - pagam juros de 19,12% ao ano, frente a 19,18% ao ano ontem.Não deixe de ver no link abaixo as perspectivas para a semana no mercado financeiro e as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.