Mercados esperam por números argentinos

Com o feriado de hoje nos Estados Unidos - Dia do Trabalho -, as atenções dos investidores concentram-se na divulgação da arrecadação fiscal argentina no mês de agosto. Os números devem ser conhecidos hoje à tarde. A primeira expectativa era de um recuo em torno de 6%, mas este número pode ficar menor, o que significa que o governo teria menos problemas em relação ao equilíbrio de suas contas, pelo menos durante algum tempo. De certa forma, os analistas acreditam que os números do mercado financeiro já incorporam este resultado menos dramático, pois na sexta-feira a imprensa argentina antecipou algumas informações.O dólar comercial começou o dia cotado a R$ 2,57000 e há pouco estava em R$ 2,5610, com queda de 0,16% em relação aos últimos negócios de sexta-feira. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - pagam juros de 23,310% ao ano, frente a 23,280% ao ano na sexta-feira. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera em queda de 0,04%. O índice Merval da Bolsa de Valores de Buenos Aires apontava alta de 0,44%. Não deixe de ver no link abaixo as principais perspectivas para a semana no mercado financeiro e as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.