Mercados estão preparados para alta do petróleo, avalia FMI

O porta-voz do FMI, Thomas Dawson, disse que a elevação nos preços do petróleo "chamou a atenção" do conselho do fundo, destacando estudo do FMI, no qual os economistas avaliam que cada US$ 5,00 de alta no preço do barril do petróleo no período de um ano reduz 0,3% do crescimento global. Dawson acrescentou que os mercados globais, de modo geral, têm atualmente melhor capacidade para enfrentar a alta nos preços do petróleo do que em décadas anteriores.Elogios à ChinaO porta-voz do FMI, Thomas Dawson, disse que as perspectivas para a China continuam "bastante favoráveis", apesar dos sinais de superaquecimento da economia. Ele elogiou as medidas adotadas recentemente pelo governo chinês para aperto monetário e disse que as condições do câmbio continuam sendo fortemente observadas pelo fundo. "Acreditamos que um sistema de câmbio flexível é mais apropriado e que as autoridades chinesas compartilham de tal visão", disse.Dawson afirmou ser prematuro discutir se o FMI deve ou não retomar os empréstimos ao Iraque. Antes disso acontecer, a questão da sustentabilidade da dívida do país deve ser tratada, disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.