Mercados europeus fecham em alta com bancos e mineradoras

Os principais índices de ações europeus fecharam em alta nesta quarta-feira, liderados pelos papéis de financeiras, após a maior injeção de liquidez já realizada pelo Banco Central Europeu (BCE).

REUTERS

24 de junho de 2009 | 13h41

A medida trouxe esperanças de que isso pode ajudar a retirar a economia da zona do euro da recessão.

O índice FTSEurofirst 300, principal referência dos mercados acionários europeus, fechou em alta de 2,4 por cento, a 853 pontos, recuperando-se de duas sessões seguidas de perdas.

O BCE emprestou 442,441 bilhões de euros (aproximadamente 613 bilhões de dólares) a bancos por 371 dias a uma taxa fixa de 1 por cento, acima dos 300 bilhões de euros previstos por analistas em uma pesquisa feita pela Reuters.

As ações de bancos figuraram entre as maiores altas, com Barclays, BNP Paribas, Deutsche Bank, HSBC, Lloyds, Société Générale e UBS avançando entre 1 e cerca de 6,5 por cento.

"O mercado provavelmente vê isso (a medida) como um pequeno passo na direção certa", afirmou o estrategista sênior de ações no Fortis Bank, Philippe Gijsels, em Bruxelas.

As ações de mineradoras também se valorizavam, seguindo a alta do preços de metais. Anglo American, Antofagasta, BHP Billiton, Eurasian Natural Resources, Rio Tinto e Xstrata exibiram apreciação entre 3,4 e 6,8 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 1,18 por cento, a 4.279 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX ganhou 2,74 por cento, para 4.836 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 avançou 2,18 por cento, para 3.184 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou valorização de 2,88 por cento, para 9.617 pontos.

Em MILÃO, o FTSE/MIB teve ganho de 3,12 por cento, a 19.040 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve avanço de 0,98 por cento, para 6.984 pontos.

(Reportagem de Harpreet Bhal)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.