Mercados europeus sobem mais de 3% puxados por bancos e Nokia

Os mercados europeus fecharam em altanesta terça-feira, com as ações do setor bancário impulsionadaspelo aumento da proposta do JPMorgan pelo Bear Stearns e ospapéis da fabricante de celular Nokia subindo fortemente apóscomentários de um alto executivo. O índice FTSEurofirst 300, que reúne ações das principaisempresas européias, subiu 3,21 por cento, para 1.266 pontos. Aalta, que veio após o feriado da Páscoa, seguiu o bomdesempenho de segunda-feira em Wall Street, quando investidoresaproveitaram otimismo gerado pelo aumento da oferta do JPMorganpelo Bears Stearns de 2 para 10 dólares por ação. "Nós estamos nos ajustando aos ganhos de ontem nos EstadosUnidos, por isso a Europa está forte hoje", disse um operador."Os bancos europeus estão em alta por causa do acordo com oBear Stearns." O setor de tecnologia foi o que teve o melhor desempenho,subindo 6,35 por cento, com a Nokia avançando 7,7 por centoapós o vice-presidente financeiro, Rick Simonson, dizer àBloomberg Television que a empresa não sentiu muito o impactoda crise norte-americana. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 3,53por cento, a 5.689 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 3,24 por cento, para6.524 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 subiu 3,49 por cento, para 4.692pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em alta de 3,58 porcento, a 23.941 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou valorização de 3,63por cento, para 13.434 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve alta de 3,76 por cento, para10.427 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.