Mercados: expectativa com números de inflação

Os negócios no mercado financeiro estão em compasso de espera. Tanto no cenário externo quanto interno, serão divulgados dados que podem mexer com o rumo dos negócios e provocar oscilações. Internamente, no final da tarde, será divulgada a primeira prévia da inflação de abril captada pelo Índice Geral de Preços ao Mercado (IGP-M). Também na quarta-feira, será anunciado o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Nesse cenário, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera em leve alta de 0,25%. O dólar comercial está cotado a R$ 2,1640 - queda de 0,09% em relação aos últimos negócios de sexta-feira. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - pagam juros de 19,080% ao ano, frente a 19,300% ao ano ontem.Os números de inflação vêm ganhando importância em função da tendência para taxas de juros. Isso porque, na última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), a decisão foi de alta da taxa básica de juros (Selic), em função da pressão de alta sobre os índices inflacionários. Os resultados a serem divulgados nessa semana podem deixar o cenário mais claro sobre a tendência de juros na próxima reunião do Copom, em 18 de abril.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.