finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Mercados: expectativa de poucos negócios

Ontem o volume de transações foi baixo, e não se espera que os outros dias sejam muito diferentes. O feriado de comemoração do aniversário da cidade de São Paulo, na quinta-feira, paralisa os negócios na capital financeira do País e também reduz o movimento na sexta-feira. Como o cenário geral é de estabilidade, devido ao bom desempenho da economia, inflação e gastos do governo, os demais estímulos presentes mantém as cotações nos atuais patamares.Na quinta-feira, o presidente do FED - banco central norte-americano -, Alan Greenspan, discursa no Senado dos EUA. Espera-se que ele aborde a questão da desaceleração da economia do país e dê indicações sobre a política de juros. Nos dias 30 e 31, o FED reúne-se para definir os rumos da taxa básica, atualmente em 6% ao ano. No dia 3 de janeiro, ela já sofreu um corte significativo, de meio ponto porcentual. Mas espera-se que ela recue ainda mais, dado que as taxas de crescimento da economia estão caindo rapidamente e teme-se até uma recessão.Além disso, a cautela dos investidores também deve-se ao leilão das bandas C, D e E da telefonia celular, a ser realizado na próxima terça-feira. A falta de definição sobre as empresas concorrentes mantém o mercado cauteloso. Conforme a data do leilão for chegando e, caso Greenspan surpreenda os mercados, os negócios podem aumentar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.