Mercados: feriado nos EUA reduz negócios

O mercado financeiro no Brasil deve apresentar baixo volume de negócios hoje, em função do feriado nos Estados Unidos. As cotações de dólar e juros devem permanecer estáveis e a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), sem tendência. No final da semana passada já havia a indicação de que o mercado norte-americano voltava ao foco de atenções dos investidores. Como não há negócios lá hoje, os investidores no Brasil não devem tomar grandes decisões. A Bovespa abriu do lado positivo e há pouco estava em alta de 0,79%. O dólar comercial, que ultrapassou novamente a barreira dos R$ 2,00 na sexta-feira, registra queda de 0,10% em relação aos últimos negócios de sexta-feira e é cotado a R$ 2,0030 na ponta de venda. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - pagam juros de 16,110% ao ano, frente a 16,060% ao ano registrados na sexta-feira. Na sexta-feira, a divulgação do Índice de Preços ao Produtor (PPI) nos Estados Unidos deixou os analistas preocupados, pois ficou em 1,1%, quando a expectativa era de um resultado em torno de 0,2%. O número preocupa porque sinaliza que a alta das taxas de juros promovida pelo banco central dos Estados Unidos (FED), desde meados de 1999, ainda não afastou totalmente os riscos de pressão inflacionária. Com isso, os analistas estarão ainda mais atentos à divulgação do Índice de Preços ao Consumidor (CPI), na quarta-feira. Com base nesse resultado e no que o PPI já mostrou, podem diminuir as expectativas que o FED reduza novamente o juros, atualmente em 5,5% ao ano, na próxima reunião no final de março. Os analistas também estarão atentos à divulgação da ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), na quinta-feira. Veja mais informações sobre a semana no mercado financeiro no link abaixo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.