Mercados: hoje sai ata do Copom

Hoje deve ser divulgada a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), encerrada na quarta-feira da semana passada. Ao final da reunião, em entrevista coletiva à imprensa, o diretor de Política Monetária do Banco Central, Luiz Fernando Figueiredo, causou polêmica ao divulgar que a manutenção da Selic, a taxa básica referencial da economia, em 16,5% ao ano devia-se aos conhecidos fatores externos e a fatores internos. Esses últimos preocuparam momentaneamente os investidores, mas após declarações tranqüilizadoras do ministro da Fazenda, Pedro Malan, o mercado esqueceu o assunto. Com a ata, será possível verificar se foi apenas um engano ou se o comentário tinha algum fundamento.Ontem o dia tendeu mais para um ajuste otimista das cotações, especialmente do dólar e dos juros. Como o fraco desempenho da balança comercial traz uma necessidade grande de dólares, o mercado fica muito sensível a acontecimentos que afetem o fluxo de investimentos estrangeiros. Mas as notícias do dia foram bem recebidas pelos investidores. O Congresso argentino aprovou a proposta básica do Orçamento para 2001, uma das pré-condições para a concessão de um pacote multilateral de ajuda econômica para o país. O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou que deve divulgar os detalhes do pacote, estimado entre US$ 20 e 30 bilhões, entre os dias 11 e 12 de dezembro.Além da tranqüilidade trazida pela melhora momentânea no quadro argentino, os dados do PIB norte-americano sinalizaram para um desaquecimento moderado da economia. A notícia foi animadora, já que se teme uma recessão, hipótese ainda não descartada. No Brasil, a perspectiva de entrada de divisas nos próximos meses é boa, com a privatização da Cesp Paraná, apenas com concorrentes estrangeiros e preço mínimo de R$ 1,7 bilhões e do início em janeiro do processo de concessão de telefonia móvel das bandas C, D e E, cuja expectativa de captação é de US$ 3,5 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.