Mercados influenciados por Argentina e energia

As incertezas em relação à situação argentina e ao racionamento de energia no Brasil foram os principais motivos para a apreensão dos investidores durante a manhã. No mercado de câmbio, a alta da moeda norte-americana foi reflexo desse cenário. No meio do período, a cotação do dólar atingiu R$ 2,3120. Há pouco, o dólar era vendido a R$ 2,3050 - alta de 0,83% em relação aos últimos negócios de sexta-feira.Em relação à Argentina, os investidores estão cada vez mais inseguros quanto às condições da operação de troca da dívida argentina de curto prazo por papéis com vencimento mais longo. Há semanas o governo do país vizinho vem anunciando que espera por uma queda na taxa de risco do país para que a operação seja formalizada, o que não acontece, devido às próprias incertezas que os investidores têm.No mercado de juros, as taxas também demonstram as incertezas dos investidores. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - pagam juros de 22,900% ao ano, frente a 22,400% ao ano registrados na sexta-feira. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera em queda de 1,77%.Falta de energiaO problema de falta de energia no Brasil também preocupa os investidores. A expectativa fica por conta do plano de racionamento que deve ser apresentado pelo governo, em detalhes, no dia 23 de maio. Até lá, segundo analistas, é muito prematuro fazer cálculos para avaliar o impacto negativo desse problema na economia. Mas já se sabe que eles serão muitos - queda na produção das indústrias, uma possível pressão de alta sobre a inflação, devido ao menor fluxo de recursos para o País e oferta menor, redução dos postos de trabalho, situação desfavorável para o crescimento econômico brasileiro etc. Mais informaçõesVeja mais informações sobre o dia no mercado financeiro e as perspectivas para a semana nos links abaixo. Também não deixe de ver as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.