bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Mercados internacionais despencam à espera de dados dos EUA

Os mercados europeus despencam nesta manhã, dando continuidade às quedas registradas ontem em Wall Street e durante a noite nos mercados asiáticos. Os investidores aguardam nervosos indicadores inflacionários que serão divulgados hoje (PPI) e amanhã (CPI) nos Estados Unidos.O temor de uma escalada inflacionária e um conseqüente aperto maior nos juros na maior potência econômica do mundo continua provocando um aumento na aversão ao risco e a redução da liquidez nos mercados mundiais. Alguns analistas observam que a tese - ainda preponderante - de que os mercados estão diante de "uma correção passageira" ao novo ambiente monetário mundial começa a ser cada vez mais questionada. "Uma correção tem que ter começo, meio e fim", disse a AE um estrategista de um banco norte-americano baseado na City londrina. "Por enquanto, vimos apenas o ´começo´ dessa suposta correção e nem sabemos se já superamos o meio dela. Se essa situação continuar por mais tempo, correção vai passar a ter outro nome: crise."As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt abriram registrando quedas próximas de 2% nesta manhã. Na Ásia, o índice Nikkei de Tóquio despencou 4,14%. e o Hang Seng de Hong Kong caiu 2,29%.Estrategistas de mercados emergentes acreditam que os ativos desses países deverão ter mais um dia de forte volatilidade hoje. Eles alertam que caso os números do PPI (inflação de preços do produtor) sinalizem uma escalada inflacionária acima da prevista pelos mercados, a turbulência poderá se acentuar . Este texto foi atualizado às 11h31.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.