Aly Song/Reuters
Aly Song/Reuters

portfólio

E-Investidor: qual o melhor investimento para 2020?

Mercados internacionais têm manhã de alta em meio a alívio de medidas de isolamento no mundo

Bolsas voltam a reagir de maneira positiva para possibilidades de reaberturas nas economias de Europa e Ásia

Sergio Caldas e Felipe Siqueira, O Estado de S.Paulo

05 de maio de 2020 | 07h03

Os mercados financeiros ao redor do mundo reagem positivamente, na manhã desta terça-feira, 5, a possibilidades de alívio do isolamento social em diferentes países. Na Ásia, o maior avanço foi no índice de Hong Kong, onde não há, de acordo com o governo local, registro de novos casos de transmissão local do novo coronavírus, causador da covid-19, há duas semanas. O próprio governo afirmou nesta terça que irá adotar medidas de relaxamento do isolamento social e permitir a reabertura de academias, cinemas e salões de beleza até o final desta semana. 

"Há uma certa esperança de que as coisas vão começar a voltar ao normal, e o rally de petróleo está ajudando na retomada de confiança dos mercados", disse um operador da  Tavira Securities. O Hang Seng, índice de mercado de ações local, teve crescimento superior a 1%. Os principais mercados da região - China, Japão e Coreia do Sul - não abriram por conta de feriados locais.  

Bolsas da Ásia 

O índice Hang Seng subiu 1,08% em Hong Kong, a 23.868,66 pontos, e o Taiex avançou 0,50% em Taiwan, a 10.774,61 pontos. Na Oceania, a Bolsa australiana também ficou no azul, e o S&P/ASX 200 se valorizou 1,64% em Sydney, a 5.407,00 pontos. Nesta madrugada, o Banco Central da Austrália (RBA) decidiu manter sua taxa básica de juros na mínima histórica de 0,25% pelo segundo mês consecutivo, depois de reduzi-la agressivamente em reação ao coronavírus.

Bolsas da Europa

Às 4h07, no horário de Brasília, a Bolsa de Londres subia 1,63%, a de Paris avançava 1,73% e a de Frankfurt se valorizava 1,49%. Já em Milão, Madri e Lisboa, os ganhos eram de 1,78%, 1,49% e 1,11%, respectivamente. 

Petróleo 

 Os contratos futuros de petróleo operam em forte alta na madrugada desta terça-feira, ampliando ganhos da sessão anterior, com expectativas de que a demanda pela commodity voltará a crescer à medida que vários países do mundo começam a gradualmente aliviar medidas de isolamento tomadas para tentar conter a disseminação do coronavírus. Às 4h32 (de Brasília), o barril do petróleo WTI para junho subia 10,94% na Nymex, a US$ 22,62, enquanto o do Brent para julho avançava 7,13% na ICE, a US$ 29,14. / COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.