finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Mercados: juros continuam em queda

A ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) divulgada ontem (veja mais informações no link abaixo) reforçou a tendência de queda das taxas de juros no mercado financeiro. No início da tarde, os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - pagam juros de 15,530% ao ano, frente a 15,610% ao ano ontem.Os investidores apostam em uma taxa básica de juros - Selic - próxima de 14% ao ano no final de 2001. Isso porque, no documento divulgado, o Copom afirma que essa taxa é compatível com a meta inflacionária de 4% ao ano para 2001. Mas as apostas se dividem em relação ao ritmo e intensidade da queda dos juros. A próxima reunião do Comitê acontece nos dias 13 e 14 de fevereiro.Mas, antes disso, os investidores estarão atentos à reunião do banco central dos Estados Unidos (FED) nos dias 30 e 31 de janeiro. As declarações do presidente do FED, Alan Greenspan, ontem ao Senado norte-americano reafirmaram também as expectativas de novo corte de juros. Hoje a taxa está em 6,0% ao ano e a tendência é de uma queda em torno de 0,25 ou 0,50 ponto porcentual.No mercado de câmbio, o dólar comercial está cotado a R$ 1,9760 na ponta de venda dos negócios - alta de 0,05% em relação aos últimos negócios de ontem. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera em baixa de 0,36% e com volume de negócios em torno de R$ 271 milhões.

Agencia Estado,

26 de janeiro de 2001 | 15h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.