Mercados: juros e dólar ajustam-se à Selic

Animados pela queda ontem da Selic, a taxa básica referencial de juros da economia, os investidores no mercados de juros e dólar ajustaram as cotações hoje. O clima é de otimismo por causa da surpresa na fixação de juros mais baixos que o esperado. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - fecharam o dia pagando juros de 16,820% ao ano, frente a 17,190% ao ano ontem. E o dólar fechou em R$ 1,9550, com queda de 0,31%.A queda só não foi maior por conta do desempenho das bolsas de Nova York ontem. A Nasdaq - bolsa que negocia ações de empresas de alta tecnologia e informática em Nova York - ontem despencou mais de 7% em função de anúncios de resultados decepcionantes de empresas. Hoje a Nasdaq fechou em leve alta de 0,32%. Ontem a queda no Dow Jones - Índice que mede as ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - também foi grande: 2,5%. Hoje o Dow Jones fechou em alta de 1,63%. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em queda de 0,80%, ainda em função das fortes quedas de ontem nos Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.