finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Mercados mantêm tendência negativa

O dia no mercado financeiro deve ser de forte agitação. Em relação à Argentina, as notícias veiculadas na imprensa do país vizinho hoje informavam que a troca de papéis da dívida de curto prazo por papéis com vencimento mais longo poderia ser acertada nas próximas 24 horas. Mas, segundo apurou a correspondente Marina Guimarães, o ministro da Economia, Domingo Cavallo, já negou a informação e afirmou que a troca, como qualquer colocação de bônus, deve ser feita com procedimentos que deverão estar bem regulados. Nesse caso, segundo Cavallo, não há nenhuma confirmação por parte do governo de que há condições para o acerto final da operação até amanhã. A informação do acerto da troca dos papéis da dívida no início da manhã fez com que os investidores começassem o dia menos pessimistas. Mas as declarações de Cavallo interromperam a tendência mais positiva nos mercados e os negócios voltaram a registrar o clima de cautela adotado pelos investidores nas últimas semanas.Há pouco, os principais títulos da dívida argentina (FRBs) valiam 0,81100 centavos por dólar - valorização de 0,90% em relação ao fechamento de ontem. Os papéis chegaram a valer 0,81400 com a possibilidade de acerto da troca da dívida amanhã. Os papéis brasileiros (C-Bonds) seguiram a tendência, mas também recuaram de 0,75125 centavos por dólar para a cotação de 0,74875 centavos por dólar - alta de 0,25% em relação ao fechamento de ontem. A notícia de que a Câmara dos Deputados na Argentina aprovou nessa manhã o projeto de ampliação da Lei de Conversibilidade, que permite a inclusão futura do euro na conversibilidade do peso quando a cotação da moeda européia estiver equiparada ao dólar não influenciou os negócios. O projeto segue agora para apreciação do Senado.Veja a abertura do mercado no Brasil Ao menos a notícia da troca dos papéis serviu para minimizar o efeito negativo que a queda na arrecadação de impostos argentina poderia provocar na abertura dos negócios. A arrecadação foi menor em 9,1% em abril deste ano na comparação com o mesmo período de 2000. Uma arrecadação menor de impostos eleva o saldo negativo das contas do governo, o que provoca uma dependência maior de capital estrangeiro para o financiamento da dívida do país. Como essa é, de fato, a notícia oficial, os investidores começam a reagir de forma negativa também a esse resultado. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu com alta de 0,28%, mas já opera do lado negativo, com queda de 0,58% há pouco. O dólar comercial está cotado a R$ 2,2450 na ponta de venda dos negócios - alta de 0,31% em relação ao fechamento de ontem. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - pagam juros de 22,030% ao ano, frente a 22,280% ao ano registrados ontem. Em Nova York, as bolsas operam em baixa. O Dow Jones - índice que mede a variação das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - registra queda de 1,22%, e a Nasdaq - bolsa que negocia ações de empresas de alta tecnologia e informática em Nova York - opera em baixa de 2,64%.Questão política atrai atenção dos investidores à tardeA partir das 14h30, os investidores estarão atentos à acareação dos Senadores Antônio Carlos Magalhães e José Roberto Arruda, assim como Regina Borges, diretora do Prodasen, o serviço de processamento de dados do Senado, sobre o escândalo de violação do painel de votação durante a sessão de cassação do ex-Senador Luis Estêvão. Analistas acreditam que, enquanto as investigações não atingirem o Executivo federal, o mercado financeiro não reagirá de forma negativa. Mas o clima não deixa de ser de cautela. Além disso, a oposição afirma ter o número de assinaturas necessário para pedir a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar denúncias de corrupção no Executivo federal. O pedido seria feito no dia 9 para aguardar o resultado da acareação e organizar manifestações de apoio. InvestimentosNão deixe de ver no link abaixo as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.