Mercados: Nasdaq despenca e afeta Bovespa

Hoje a Nasdaq - bolsa que negocia ações de empresas de alta tecnologia e informática em Nova York - teve mais um dia de queda, atingindo o nível mais baixo em número de pontos desde 11 de agosto de 1999. Os fracos resultados de empresas contribuíram para a queda, mas a desaceleração da economia norte-americana, que pode resultar em uma recessão, a alta continuada dos preços do petróleo e a indefinição quanto a sucessão presidencial, que pode gerar uma crise política e provocar um governo fraco neste início de mandato, ajudaram a compor o quadro negativo.Os mercados ainda estão em operação em Nova York. Às 18:50, a Nasdaq operava em queda de 4,11%. O Dow Jones - Índice que mede as ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - fechou em queda de 1,94%.Para o Brasil, uma recessão nos Estados Unidos significa uma retração nos investimentos estrangeiros, fundamentais para o País, já que os resultados da balança comercial têm sido tão fracos. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em queda de 3,63%. O dólar fechou em R$ 1,9810, com alta de 1,17%. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - fecharam o dia pagando juros de 16,990% ao ano, frente a 17,020% ao ano ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.