Mercados otimistas prevêem queda nos juros

A ata do Copom, divulgada nesta manhã, não trouxe novidades, mas confirmou o tom otimista do mercado de juros. O conteúdo do documento, que já havia sido parcialmente antecipado pelo presidente do Banco Central, Armínio Fraga, na semana passada, aponta para uma firme tendência de queda, ainda que moderada, da inflação. Com isso, muitos investidores já acreditam que pode haver um corte de juro no curto prazo - quem sabe em fevereiro. E as perspectivas para 2003 são positivas. De acordo com a ata, ainda há incertezas no cenário mundial - especificamente em relação à retomada do crescimento nos países industrializados e sobre o rumo da Argentina, embora esta última não tenha tido efeito significativo sobre o Brasil nas últimas semanas. A manhã foi de alta no Índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) e as análises mais pessimistas sobre os efeitos do aumento da alíquota de IR para renda variável, de 10% para 20%, a partir da próxima semana, não se confirmaram. Alertavam as análises que os últimos dias do ano seriam marcados por intensas vendas e fuga da Bolsa por conta do aumento da tributação. Acontece que o Brasil descolou da Argentina, o câmbio deixou de ser um mercado altamente atrativo e as expectativas sobre queda de juros ficaram cada vez mais otimistas, o que significa que a rentabilidade das aplicações em renda fixa começa a cair. Assim, as projeções para a Bolsa tiveram boa melhora, ainda que o aumento do IR não seja nenhuma boa notícia e a prometida extinção da CPMF - para esse ano, segundo o presidente, lembram? - não tenha saído até agora. Alguns analistas já apontam um movimento inicial de migração, ainda que lento e tímido, para o mercado acionário. Números dos mercados Às 15h, o dólar comercial para venda estava cotado em R$ 2,3270, com alta de 0,09%. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano -pagavam juros de 19,490% ao ano, frente a 19,490% ao ano ontem. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) operava em alta de 2,96%. A Bolsa de Valores de Buenos Aires segue fechada. Nos Estados Unidos, o Dow Jones - Índice que mede a variação das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - estava em alta de 0,26%, e a Nasdaq - bolsa que negocia ações de empresas de alta tecnologia e informática em Nova York - operava em alta de 0,87%. Não deixe de ver no link abaixo as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

Agencia Estado,

27 Dezembro 2001 | 15h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.