Mercados reagem bem à decisão do Iraque; petróleo cai

A decisão do Iraque de aceitar o retorno dos inspetores de armas da ONU em Bagdá, sem restrições, provocou reação positiva em praticamente todos os mercados internacionais, ao reduzir a perspectiva de um ataque dos EUA contra o país no curto prazo. As Bolsas européias, asiáticas e os índices futuros de Nova York subiram forte com a notícia, assim como o dólar. Os contratos futuros do petróleo estão em forte baixa. Ontem, o chanceler iraquiano Naji Sabri enviou documento à ONU informando a decisão do Iraque de permitir o retorno dos inspetores sem condições. Esta manhã, o vice-primeiro-ministro iraquiano, Tarek Aziz, confirmou a decisão de Badgá. No entanto, acrescentou que deliberação do país de receber os inspetores não deverá dissuadir os EUA de um ataque contra o Iraque. Analistas também questionam as reais intenções do Iraque. Além disso, dizem, é preciso ver a reação dos EUA, que deve concentrar a atenção dos investidores nesta terça-feira.O petróleo brent, que agregou em seu preço cerca de US$ 3,00 por conta da expectativa de um ataque norte-americano, registrou forte retração esta manhã. O contrato para entrega em novembro chegou a cair 4,4%, para US$ 27,27 o barril na IPE, maior retração desde 22 de julho. O contrato de outubro do petróleo cru foi a US$ 28,24 o barril no pregão eletrônico da Nymex, queda de 4,82%. Às 7h42 (de Brasília), o petróleo cru caía US$ 0,84 (2,83%) para US$ 28,83 o barril no pregão eletrônico da Nymex. O petróleo brent recuava US$ 0,65 (2,28%), para US$ 27,87 o barril em Londres. O índice futuro Nasdaq-100 subia 1,91% e o S&P 500 ganhava 1,77%. Na Europa, Londres subia 2%; Frankfurt avançava 1,37% e Paris operava em alta de 1,80%. A Bolsa de Tóquio fechou em alta superior a 3% e outros mercados asiáticos, como Hong Kong que fechou em +2,1%, também subiram. O dólar avançava a 122,76 ienes, de 121,65 ienes ontem. O euro operava abaixo de US$ 0,97, em US$ 0,9636. Ontem, fechou em US$ 0,9718.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.