Mercados registram baixa liquidez

O mercado financeiro opera hoje em esquema de plantão e, assim, deve registrar baixa liquidez e pouca volatilidade devido ao feriado de ontem e à proximidade do final de semana. Depois da divulgação da ata do Comitê de Política Monetária (Copom), aumentaram as expectativas sobre uma possível queda da taxa referencial da economia (Selic) na próxima reunião do comitê. Essa avaliação já vinha ganhando espaço no início da semana, quando os índices de inflação (especificamente o IPC da Fipe e o IPCA do IBGE) recuaram de maneira significativa. O mercado também alimenta expectativas positivas em torno do resultado das próximas pesquisas eleitorais.Uma notícia que pode trazer surpresas é a de que o Banco Central e Comissão de Valores Mobiliários (CVM) decidiram antecipar de 30 de setembro para hoje a regra para que os fundos de investimento passem a fazer a marcação pelo valor de mercado dos ativos de suas carteiras. O diretor de Política Monetária do Banco Central, Luiz Fernando Figueiredo, admitiu que a alteração pode aumentar a volatilidade dos mercados, num primeiro momento. Segundo ele, alguns fundos estavam fazendo o ajuste à nova regra de maneira gradual. Outros, nem tinham começado, já que o prazo anterior era o final de setembro.Há pouco, o dólar comercial estava sendo cotado a R$ 2,5260, em alta de 0,48% em relação ao fechamento de quarta-feira. No mercado de juros, os contratos de DI futuro, com vencimento em janeiro, negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), pagam taxas de 18,650% ao ano frente aos 18,640% ao ano negociados ontem. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) está em queda de 0,12%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.