Mercados seguem retraídos com incertezas na política

A cautela com o cenário político continua impedindo uma recuperação consistente dos ativos brasileiros. O mercado chegou a ensaiar melhora a partir do meio da manhã, refletindo o desempenho mais tranqüilo das Bolsas norte-americanas e da queda do preço do petróleo no exterior. A melhora também foi alimentada pela expectativa positiva de que a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), a ser divulgada amanhã, venha com um tom entre neutro e positivo.A posição defensiva, contudo, prevaleceu. Às 14h37, o dólar comercial atingiu o patamar máximo do dia, vendido a R$ 2,4350, em alta de 1,04%. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) está em queda de 0,14% e os juros futuros apresentam pequena baixa. No campo político, a maior expectativa continua depositada no depoimento de Rogério Buratti, esperado para amanhã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.