Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Mercados sobem na Europa impulsionados por financeiras

As ações européias fecharam em fortealta nesta terça-feira, impulsionada por papéis de financeirasque foram valorizados pela notícia de que o mega-investidorWarren Buffett ofereceu arcar com 800 bilhões de dólares emdébito segurado por grandes seguradoras de títulos. O índice FTSEurofirst 300, termômetro das principais açõeseuropéias, avançou 3,36 por cento, para 1.334 pontos. Trata-sedo maior avanço percentual diário desde 22 de janeiro. O HSBC foi um dos melhores desempenhos do mercado, subindo3,4 por cento, enquanto o UniCredit cresceu 5,1 por cento e oBarclays fechou em alta de 5,3 por cento. "Muito disso parece momentâneo. Não captei esse sentimentode que muitos investidores estão comprando no longo prazo, masapenas um momento por todos os setores. O catalisador principalforam os comentários de Buffett", afirmou um operador. Um outro suporte para o setor financeiro é um plano emseparado de seis grandes financiadoras hipotecáriasnorte-americanas para ajudar donos de imóveis com crédito ruima evitar atrasos. Em Londres, o índice Financial Times fechou em alta de 3,54por cento, a 5.910 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX avançou 3,33 por cento, para6.967 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 subiu 3,37 por cento, para 4.840pontos. Em Milão, o índice Mibtel encerrou em alta de 2,88 porcento, a 25.783 pontos. Em Madri, o índice Ibex-35 registrou valorização de 3,4 porcento, para 13.524 pontos. Em Lisboa, o índice PSI20 teve alta de 1,6 por cento, para11.261 pontos. (Reportagem de Amanda Cooper e Anshuman Daga)

REUTERS

12 de fevereiro de 2008 | 15h58

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.