Mercados terminam a semana com pessimismo

O pessimismo provocado pela perspectiva de inflação pressionada no próximo ano tomou conta dos mercados. De fato, existem notícias positivas, como o cumprimento da meta fiscal acertada entre o Brasil e o Fundo Monetário Internacional (FMI) até outubro. Mas a inflação em alta, segundo os analistas, abafa qualquer notícia positiva, já que ficam muito reduzidas as chances de corte nas taxas de juros no início do próximo ano e recuperação dos negócios na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). O dólar em alta reflete a preocupação dos investidores com este cenário.A Argentina já era foco de preocupação para os investidores, mas as últimas notícias sobre o país vizinho contribuem para a piora do humor dos investidores. A taxa de risco país vem batendo recordes e a queda no volume de reservas internacionais existe, apesar de o governo argentino usar maneiras para maquiar este saldo. Sem uma definição do FMI sobre o adiantamento da parcela de recursos prevista para dezembro, de US$ 1,260 bilhão, o país vizinho terá que encontrar alternativas para pagar dívidas que vencem ainda este mês, o que pode incluir até mesmo o uso das reservas internacionais.O dólar comercial começou o dia muito pressionado e chegou a ser vendido a R$ 2,5520. Às 10h58, a tendência reverteu um pouco e a cotação caiu para R$ 2,5390, com queda de 0,04%. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera com alta de 0,22%. No mercado de juros, os contratos de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - pagam juros de 22,380% ao ano, frente a 21,800% ao ano ontem.Às 11h30 será divulgada a primeira revisão do Produto Interno Bruto (PIB) norte-americano, referente ao terceiro trimestre. A expectativa dos analistas é de uma contração de 0,8%. Caso o resultado indique uma contração ainda maior da economia, os investidores podem ficar ainda mais pessimistas. O ritmo da economia dos Estados Unidos é preocupante, pois o país é forte importador da maioria dos países e uma economia enfraquecida lá pode provocar desaceleração em todos os países.Não deixe de ver no link abaixo as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

Agencia Estado,

30 de novembro de 2001 | 11h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.