Mercados tranqüilos e atentos aos EUA

Tranqüilidade em relação ao cenário interno e atenção com o mercado internacional refletem os números do mercado financeiro durante a manhã. Às 14h51, o dólar comercial está cotado a R$ 2,4250 na ponta de venda dos negócios, em alta de 0,12% em relação aos últimos negócios. No mercado de juros, as taxas permaneceram praticamente estáveis depois das quedas registradas ontem em função do corte da Selic, a taxa básica de juros da economia. Os contratos futuros DI negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), com vencimento em outubro, pagam juros de 18,500% ao ano frente a 18,480% ao ano registrados ontem.A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) está em alta de 0,81%. O volume de negócios é menor, se comparado ao desempenho da Bolsa ontem. No início da tarde, o giro era de R$ 304,127 milhões. O mercado acionário interno vem se sustentando apesar das quedas das bolsas de Nova York. Os investidores norte-americanos continuam reticentes com as informações contáveis das empresas e o clima é de desconfiança. Além disso, analistas afirmam que as ações das empresas do país estão supervalorizadas em relação aos lucros apresentados. Há pouco, o Dow Jones - Índice que mede a variação das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - estava em alta de 0,40%, e a Nasdaq - bolsa que negocia ações de empresas de alta tecnologia e informática em Nova York - registrava queda de 0,85%. O índice Merval, da Bolsa de Valores de Buenos Aires, apresenta leve queda de 0,06%.Não deixe de ver no link abaixo as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.