Mercedes-Benz pode demitir 700 funcionários

A DaimlerChrysler pode anunciar amanhã um plano de cortes de 600 a 700 trabalhadores na fábrica da Mercedes-Benz em São Bernardo do Campo (SP). O motivo, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, seria uma reestruturação para aumentar a competitividade da empresa, o que inclui o fechamento de alguns setores.A empresa informou que tem reunião agendada para amanhã com diretores do sindicato para apresentar um programa de redução de custos, mas não confirmou as demissões. A fábrica de caminhões e chassis de ônibus emprega cerca de 10 mil trabalhadores. O presidente do sindicato, Luiz Marinho, disse que tentará fazer um acordo que impeça dispensas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.