finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Mercosul aprova reincorporação do Paraguai ao bloco

O Paraguai, suspenso no ano passado por Brasil, Argentina, Uruguai e Venezuela do Mercosul depois da destituição do então presidente Fernando Lugo, foi readmitido nesta sexta-feira como membro do bloco comercial sul-americano.

Reuters

26 de novembro de 2013 | 17h25

"A reincorporação do Paraguai foi aprovada", disse o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ao falar durante a reunião de cúpula do Mercosul em Montevidéu.

A Venezuela assume durante o encontro na capital uruguaia a presidência rotativa do bloco comercial sul-americano.

"Amamos o Paraguai. Nos comprometemos coletivamente e na presidência (do Mercosul) a iniciar as ações imediatas para que tenhamos a incorporação do Paraguai", disse Maduro.

Lugo foi destituído pelo Congresso acusado de mau desempenho em um veloz e questionado julgamento político e o então vice-presidente Federico Franco assumiu a chefia do Estado.

Franco entregará o poder no mês que vem ao presidente eleito, o empresáro Horacio Cartes, do tradicional Partido Colorado, e ele já manifestou sua disposição de trabalhar pela normalização das relações do Paraguai com a região.

(Reportagem de Malena Castaldi e Felipe Llambías)

Tudo o que sabemos sobre:
MERCOSULPARAGUAIREADMITIDO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.