DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO
DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO

Mercosul e União Europeia trocam ofertas e avançam para fechar acordo

Não foram divulgados detalhes das ofertas, mas elas podem tratar de cotas e tarifas para compra de mercadorias e regras para investimentos e compras governamentais

Lu Aiko Otta, O Estado de S.Paulo

05 Dezembro 2017 | 17h41

BRASÍLIA - Mercosul e União Europeia trocaram nesta terça-feira, 5, em Bruxelas novas ofertas para o acordo de livre comércio entre os dois blocos, informam fontes próximas à negociação. Com isso, melhoraram as chances de ser anunciado na próxima semana, durante reunião ministerial da Organização Mundial do Comércio (OMC) em Buenos Aires, que foi alcançado um pré-acordo, ou acordo político. Ou seja, que a base do entendimento foi fechada e que detalhes serão concluídos no início de 2018.

Na semana passada, fontes falaram numa chance de 70% de fechamento do acordo. Agora, evitou-se falar em números, mas o cenário melhorou ainda mais. Não foram divulgados detalhes das ofertas trocadas mais cedo nesta terça-feira. Elas podem tratar de cotas e tarifas para compra de mercadorias e regras para investimentos e compras governamentais, por exemplo.

No entanto, ainda não foi tocada a parte mais difícil do entendimento: a oferta europeia para o comércio de carne e etanol. O que está sobre a mesa hoje é considerado inaceitável pelo Mercosul. São 70 mil toneladas de carne e 600 mil toneladas de etanol, quando o mínimo esperado eram 100 mil toneladas de carne e 1 milhão de toneladas de etanol.

++Vice-presidente da UE vem ao Brasil para impulsionar negociações de acordo com Mercosul

Suspenso. Sem melhora nesses números, não deverá ser fechado principal capítulo do acordo, que é o que trata das trocas de mercadorias, o chamado "acesso a mercados". Sem entendimento nele, todo o mais fica em suspenso.

A expectativa é que os europeus tragam novos números para reuniões que correrão em paralelo à reunião da OMC. Uma primeira conversa, de nível ministerial, está acertada para o próximo domingo, dia 10. Ela não deverá ser conclusiva, mas se tudo correr bem o acordo político deverá ser anunciado até o final do evento, no dia 13. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.