Mercosul rejeita reunião com UE antes do encontro em Cancun

O Mercosul rejeitou uma sugestão da União Européia de ter uma reunião plena antes da ministerial da Organização Mundial do Comércio (OMC), em Cancun, no México, em setembro. A decisão reflete a insatisfação dos principais parceiros do Mercosul - Argentina e Brasil - com a resistência da União Europeu de fazer concessões substantivas nas questões dos subsídios agrícolas e acesso a mercados/tarifas na rodada de Doha. Estavam presente à reunião os ministros das Relações Exteriores, Celso Amorim, da Agricultura, Roberto Rodrigues, e do Desenvolvimento, Luiz Fernando Furlan. Os ministros tinham antecipado que o Mercosul não queria dar à UE a chance de fazer jogo de cena antes da reunião de Cancun, oferecendo pequenas concessões. No lugar da reunião plena antes da ministerial de Cancum, haverá uma reunião de nível técnico entre Mercosul e UE na qual, segundo fontes brasileiras, os países do Mercosul querem entender melhor a reforma da política agrícola comum recentemente anunciada e suas implicações para a rodada de Doha.

Agencia Estado,

30 Julho 2003 | 13h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.