bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Mercosul vai negociar com África do Sul

O Mercosul deve realizar entre os dias 24 e 28 de junho sua primeira missão comercial conjunta. O destino será a África do Sul, país com o qual o bloco sul-americano espera iniciar em breve a negociação de um acordo de redução de tarifas de importação. Participarão dessa missão 129 empresas do bloco, entre as quais 50 brasileiras e 43 argentinas.O Brasil ainda vai investir em uma parceria com Portugal para promover seus produtos entre os países de língua portuguesa. Segundo o embaixador Mário Vilalva, diretor-geral do Departamento de Promoção Comercial do Itamaraty, a África do Sul oferece oportunidades de acesso imediato a 34 setores do Mercosul, entre os quais automotivo, carnes, frutas tropicais, alimentos, produtos químicos, minérios, papel e celulose, materiais de construção, têxteis e calçados.Cerca de 140 empresas sul-africanas já demonstraram interesse em participar das rodadas de negócios. ?A África do Sul foi escolhida pela proximidade e pela complementaridade com a economia do Mercosul.Outro fator que pesou é a capilaridade desse país, que atua como um distribuidor de mercadorias a seus vizinhos?, afirmou Vilalva. ?Essa missão dará maior motivação para iniciarmos as negociações de um acordo de preferências tarifárias.?O Brasil deve participar, entre 27 e 28 de junho, do primeiro Fórum Empresarial da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), em Lisboa. A iniciativa deverá consolidar uma parceria entre Brasil e Portugal para a promoção comercial conjunta em Angola, Moçambique, Guiné Bissau, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Timor Leste ? países que, como a África do Sul, são considerados como ?cunhas? para a distribuição de produtos para toda a região.Cerca de 40 empresas brasileiras devem participar do evento, em especial as dos setores de construção civil, transportes, metalurgia, informática, telecomunicações e outros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.