Merkel defende reformas estruturais na Europa

A Europa deve continuar a implementar as reformas estruturais para estimular a competitividade e reduzir o desemprego, afirmou na chanceler Angela Merkel em seu Podcast de sábado.

Agencia Estado

16 de março de 2013 | 12h04

Falando antes da reunião de segunda-feira com o presidente da França, François Hollande, o presidente da Comissão Europeia José Manuel Barroso e líderes empresariais sobre a questão, Merkel disse que a polícia nos países da União Europeia (UE) tem um papel a desempenhar no aumento da competitividade na região.

"Ser competitivo. É essencial que realizemos reformas estruturais em vários países membros, mas é também essencial que discutamos as condições para o comércio, que são em grande parte compostas pela Comissão Europeia", disse Merkel

Para ajudar a combater o desemprego, Merkel sugeriu investimentos que abranjam todo o bloco em pesquisa e infraestrutura, assim como o foco na mobilidade do mercado de trabalho.

"O mercado único é uma grande oportunidade, mas deve ser estruturado para que as grandes companhias europeias tenham uma chance no mercado global", declarou a chanceler. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
criseUEdesemprego

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.