Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Merkel diz que 2009 será um ano de más notícias

Chanceler alemã espera primeiro semestre difícil e aposta em retomada da economia em 2010

Efe

22 de novembro de 2008 | 08h37

A chanceler alemã, Angela Merkel, disse neste sábado, 22, que não se deve esperar por melhoras rápidas na situação econômica, afirmou que 2009 será "um ano de más notícias" devido à crise financeira que sacode os mercados internacionais.       Veja também: De olho nos sintomas da crise econômica  Lições de 29 Como o mundo reage à crise  Dicionário da crise  "Temos de contar com o fato de que o próximo ano, pelo menos nos primeiros meses, será de más notícias", afirmou Merkel em entrevista ao semanário "Welt am Sonntag".A chefe do governo alemão destacou que o desenvolvimento da economia é atualmente muito difícil de prever, tanto para a Alemanha como para a Europa ou o mundo."Conseguimos estabilizar os mercados financeiros graças ao pacote de medidas de resgate para os bancos, mas é ainda necessário que a confiança retorne e que o chamado mercado interbancário funcione de novo totalmente", disse.   Apesar de tudo, Merkel disse ter esperanças de que o pacote de medidas recentemente aprovado por seu Governo sirva de ponte para que "em 2010 a economia volte a crescer". A chanceler afirmou ainda que é favorável ao uso do pacote de medidas da Uniao Européia (UE) para estimular as inovações e "aproveitar a atual situação para assegurar o futuro da Europa".

Tudo o que sabemos sobre:
AlemanhaMerkelCrise econômica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.