Merrill estima alta de 35% para a Bolsa

O Índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) deve alcançar 21.400 pontos em doze meses, segundo projeção do Merrill Lynch. Essa projeção indica uma alta de cerca de 35% em relação ao atual nível do índice. "Não há risco cambial, a política monetária vem se mostrando responsável e o sistema financeiro está reestruturado." O analista acredita em um cenário de continuação da queda dos juros. Esse fator deve favorecer os investimentos em renda variável, em detrimento da renda fixa.Audi ressaltou que as projeções referem-se ao médio prazo. Para o analista, a Bovespa não apresenta atualmente um fluxo consistente de transações. "A Bolsa está sujeita a uma oscilação natural, e as quedas verificadas não indicam mudanças significativas de tendências." De acordo com ele, as variações nas cotações fazem parte da natureza do mercado de ações. Segundo Audi, o Merrill Lynch cobre as ações das 30 maiores companhias brasileiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.