Merrill Lynch paga multa recorde de US$ 500 mil

A Merrill Lynch & Co. concordouem pagar uma multa de US$ 500 mil para o Estado de New Hampshire num acordo sobre o caso envolvendo seu ex-corretor John David,acusado de práticas ilegais de vendas, elaboração de relatóriosenganosos a clientes e venda não registrada de ações. A Divisãode Valores Mobiliários da Secretaria de Estado de New Hampshireinformou que essa foi a maior multa já paga no Estado por umaviolação de normas mobiliárias. A corretora também concordou em pagar ao Estado US$ 75 milpara cobrir os custos de investigação. A Merrill não admitiu nemnegou as acusações. Os reguladores de New Hampshire alegam queDavid encorajou os clientes a comprarem ações altamenteespeculativas que, em alguns casos, não foram registradas c omoexige a lei do Estado. Pelos termos do acordo, a Merrill vai notificar osinvestidores que adquiriram essas ações e, em audiência dearbitragem, os que tiverem sido atingidos pelas ações de Davidvão receber seu dinheiro de volta, mais 10% de juros a nuaisadicionais. A Merrill também deverá contratar uma empresa deconsultoria para revisar sua política e enviar um alerta aosseus escritórios.

Agencia Estado,

18 de julho de 2002 | 20h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.