carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Merrill Lynch prevê dólar a R$ 3,05 em três meses

A Merrill Lynch está prevendo o fortalecimento das moedas da América Latina e a desvalorização das asiáticas no curto prazo. "Na América Latina, depois de uma forte onda de vendas nos últimos dois anos, nós esperamos uma fase mais benigna pra o câmbio", afirma a equipe de estrategistas de câmbio do banco de investimentos em relatório sobre as perspectivas para as moedas dos mercados emergentes. Segundo os analistas da Merril Lynch, o real brasileiro vai subir a R$ 3,05 por dólar em três meses, ante uma previsão do mercado de R$ 3,48. A moeda brasileira perdeu 35% de seu valor frente ao dólar este ano, atingida por temores sobre a dívida do País e as incertezas políticas, diz o documento. Nas últimas semanas, o real subiu, com alguns investidores avaliando que os temores iniciais eram exagerados. Mas a Merril também prevê que o real estará sendo negociado em R$ 3,55 em 12 meses, ante o consenso do mercado de R$ 3,44 por dólar. O banco de investimentos prevê ainda que o peso mexicano vai subir a 10,15 por dólar em três meses, antes de recuar a 10,75 em 12 meses. O consenso do mercado aponta para o peso mexicano sendo negociado em 10,23 por dólar em três meses e 10,48 em 12 meses, acrescenta. O peso fechou na sexta-feira em 10,3250 por dólar, seu menor nível em quase quatro anos.

Agencia Estado,

11 de novembro de 2002 | 13h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.